Witbier é a primeira aposta comercial da Brauns Bier

Brassagem do rótulo de trigo ocorre nas panelas da curitibana Bodebrown

Cervejeiros da Brauns Bier iniciam brassagem do primeiro lote comercial da cervejaria (Foto: Divulgação)

Cervejeiros da Brauns Bier iniciam brassagem do primeiro lote comercial da cervejaria (Foto: Divulgação)

Por Sarah Buogo

Após dois anos de produção caseira, a cervejaria curitibana Brauns Bier inicia a brassagem do primeiro lote para comercialização. O resultado será a Brauns Wit, uma cerveja de trigo belga com sementes de coentro, casca de pomelo, laranja, semente de coentro, casca de pomelo, laranja, zimbro, e limão siciliano. A produção ocorre nas panelas da também curitibana Bodebrown.

“Este é um marco na história da BraunsBier. Produzir nosso primeiro rótulo comercial aqui na Bodebrown é fantástico porque foi aqui que nosso aprendizado começou. Muito do que aprendemos até agora sobre produção de cerveja veio do Samuel e da equipe dele”, ressalta Jarbas Alexsandro Brauns, um dos proprietários da cervejaria. Também fazem parte da cervejaria Luiz Leandro Pereira e Adriano Chiesorin.

Em 2013, a Brauns Bier foi premiada com três medalhas. Um ouro e um bronze no II Concurso Paranaense de Cerveja Feita em Casa, com os estilos Witbier e AmericanIPA, e um bronze no VIII Concurso Nacional de Cervejeiro Caseiro com o estilo Saison. “É uma sensação maravilhosa, o que começou como um hobby está começando a se profissionalizar”, destaca Jarbas.

Após a brassagem, a Brauns Wit deve estar pronta para o consumo em 30 dias (Foto: Divulgação)

Após a brassagem, a Brauns Wit deve estar pronta para o consumo em 30 dias (Foto: Divulgação)

A Brauns Wit é uma cerveja leve e refrescante e deve ficar pronta para comercialização em 30 dias e vai poder ser adquirida na própria Bodebrown, além das principais lojas de cerveja artesanal da região sul. Os próximos rótulos a serem produzidos serão uma Saisons, IPA e uma Russian Imperial Stout, maturada em barril de carvalho utilizado para produção de Whiski.

Cervejaria e Escola Bodebrown

Instalações da Bodebrown (Foto: Divulgação)

Instalações da Bodebrown (Foto: Divulgação)

Com tradição não só na produção de cervejas mas também no ensino, a Bodebrown acredita no apoio aos cervejeiros iniciantes como forma de fortalecer e consolidar o mercado. “Precisamos apoiar quem está começando. Eles serão as cervejarias de amanhã e quem ganha com isso é o mercado”, afirma Samuel Cavalcanti, proprietário da Bodebrown que fala sobre a importância da primeira brassagem em indústria. “É contagiante, essa transição de cervejeiro na panela para indústria é maravilhosa, é mágica”.

Capa da edição mais recente da Revista Beer Art, com a cerveja destaque Hop Arabica, André Junqueira da Morada Cia Etilíca, é um exemplo de cervejeiro que começou fazendo cursos na Bodebrown e hoje desponta na cena nacional cervejeira. Antes aluno, hoje André se tornou professor na Bodebrown.

Confira a matéria sobre a Hop Arabica fazendo o download da Beer Art 9: Android e iOS