Cervejarias

Seca na Califórnia afeta produção de cerveja artesanal

Nova sede do Lagunitas Brew Company, em Chicago (Foto: Divulgação)

Nova sede do Lagunitas Brew Company, em Chicago (Foto: Divulgação)

Reflexo da seca que atinge a Califórnia, o abastecimento de água no estado americano atinge a produção de cervejas artesanais. A situação foi publicada em reportagem do jornal Los Angeles Times, no dia 29 de julho.

A seca tem um impacto maior sobre cervejeiros artesanais que utilizam, em média, duas vezes mais água por barril de cerveja do que as grandes cervejarias em virtude dos equipamentos mais precários.

Leon Sharyon, diretor financeiro da Lagunitas - uma das maiores cervejarias artesanais da Califórnia - disse ao jornal que o crescimento da fábrica na Califórnia foi barrado pela escassez de água e a solução encontrada pela empresa foi a transferência para Chicago.

" Nossa próxima instalação será fora do estado, ao lado de uma fonte de água estável", destaca Sharyon fazendo referência ao Lago Michigan. A cervejaria utiliza cerca de 2 milhões de litros de água por ano, o Russian River está encolhendo com a seca e não conseguiu mais suprir essa necessidade.

Com mais de 400 cervejeiros artesanais na Califórnia o mercado movimenta mais de US$ 4 bilhões. A opção emergencial dos cervejeiros que não pretendem sair de lá é o aumento dos preços.

"Vamos repassar o custo da água para o consumidor, caso contrário, vamos sair do negócio. Espero que as pessoas que gostam da nossa bebida aceitem pagar um pouco mais ", afirma o cervejeiro Evan Weinberg, co-fundador da Cismontane Brewing Co., em Rancho Santa Margarita.

A microcervejaria produz 3.000 barris de cerveja por ano e recebe a água do Distrito de Santa Margarita, a partir de fontes norte da Califórnia e do Rio Colorado. O distrito decretou uma redução de água de 20% voluntária, mas Weinberg está ansioso para que o distrito torne isso obrigatório.