Festivais

O mago italiano dos temperos

Federico Casari, da microcervejaria italiana Croce di Malto, foi o primeiro palestrante do Festival Brasileiro da Cerveja, na Escola Superior de Cerveja e Malte (Foto: Ricardo Jaeger)

Luís Celso Jr

Blumenau

Federico Casari, da microcervejaria italiana Croce di Malto, o primeiro palestrante do Festival Brasileiro da Cerveja, já no segundo dia do evento, nesta quinta-feira, 13, esbanjou conhecimento, ao explicar como usar temperos na cerveja, sua especialidade. Foi na palestra Inovação em Cerveja, antes de debate na Escola Superior de Cerveja e Malte, em Blumenau (SC).

O processo não é simples. Usa análise sensorial em painéis quantitativos e qualitativos, muitos testes e estudos. Algo essencialmente empírico. Mas que depende também da sensibilidade do cervejeiro sobre como, quanto e onde utizar. Não à toa Federico pode ser chado de mago dos temperos.

Ele deu também algumas dicas sobre os temperos que usa nas cervejas da Croce de Malto. No entanto, sempre com cuidado de não mencionar o nome e não revelar o segredo (deu apenas espécie e origem). Ficou apenas o gostinho de saber um pouco mais do segredo do feiticeiro.