Mandarina Weizen, a cerveja do Studio MGB

Kristal Weiss do estúdio de Ribeirão Preto/SP foi produzida pela Lund Cervejaria

Mandarina Mandarina Weizen, cerveja de trigo filtrada com dry hopping de lúpulo Mandarina (Foto: Divulgação)

Mandarina Mandarina Weizen, cerveja de trigo filtrada com dry hopping de lúpulo Mandarina (Foto: Divulgação)

Uma cerveja de trigo filtrada, refrescante, com dry hopping usando o lúpulo Mandarina. Esta é a Mandarina Weizen, cerveja do Studio MGB, de Ribeirão Preto. A bebida foi produzida pela também ribeiro-pretana Lund Cervejaria. A cerveja tem corpo médio e leve, coloração dourada e brilhante, 4,6% de teor alcoólico, toques frutados e nuances sutis cítricas.

A escolha do estilo contou com a assessoria da beer sommelier Bia Amorim. No final de 2013, Bia organizou um evento de degustação onde apresentou diversos estilos de cervejas para a equipe do MGB definir qual representaria o estúdio.

A receita final ficou por conta do Evandro Zanini, mestre cervejeiro responsável pelas produções da Cervejaria Lund. Com a ideia de fazer uma cerveja de trigo definida, Evandro sugeriu de fazer um dry hopping (adição de lúpulo durante a maturação) com o lúpulo novo no Brasil, Mandarina. O lúpulo tem origem na Alemanha e vem da linhagem do já conhecido Cascade. O nome do lúpulo influenciou a escolha do nome da cerveja.

Informações e pontos de venda estão disponíveis em www.studiomgb.com.br