Cerveja

Perro Libre chega a São Paulo

De 2 a 14 de dezembro, cervejaria promove lançamentos em cinco bares na capital paulista

As três primeiras opções da Perro Libre são bem lupuladas e saborosas (Foto: Divulgação)

As três primeiras opções da Perro Libre são bem lupuladas e saborosas (Foto: Divulgação)

Cervejaria cigana que nasceu com uma criatividade "sem coleira", a Perro Libre está chegando a São Paulo. A estreia ocorre nesta terça-feira, dia 2. É o início de uma série de eventos de lançamento e degustação que vão até o dia 14, domingo. Os rótulos estarão disponíveis em cinco bares para o lançamento: Empório Alto Pinheiros, HBBeer, Tchê Café, Capitão Barley e Cateto.

Confira a Agenda:

  • Dia 2, 19h - Empório Alto dos Pinheiros
  • Dia 3, 19h - HBBeer
  • Dia 5, 19h - Tchê Café
  • Dia 6, das 11h às 23h - Festival Brasileiro de Cervejarias Ciganas
  • Dia 6, 19h - Capitão Barley
  • Dia 14, 19h - Cateto

Solta para criar e para produzir, sem a amarra da Lei da Pureza ou a imobilidade de uma fábrica própria. Essa é a proposta da Perro Libre, cervejaria nascida em Porto Alegre (RS) mas cigana na alma e que de início com três opções, uma Pilsen lupulada, uma India Pale Ale e uma American Pale Ale, todas produzidas na Heilige, em Santa Cruz do Sul (RS). O lema é "Cerveja sem Coleira" (em espanhol, o nome quer dizer "cachorro livre").

Mesmo tendo a obsessão de inovar, a Perro Libre evita a pasteurização e a filtragem. "A gente quer fazer a cerveja que gosta de beber, e para isso ela tem de ser fiel à qualidade que buscamos", explica Thiago Galbeno, o jovem cervejeiro, que começou a sonhar com a cervejaria em brassagens com o pai em casa. Com ele, Alberto Galbeno, e um amigo, Lucas Sperotto, concretizou o sonho.