Como nasceu a receita da Trippel de jabuticaba da Sauber Beer

A bebida estará disponível, em edição reduzida, a partir de dezembro, comemorativa ao Natal

Sarah Buogo

Instalada em Mogi Mirim (SP), a Sauber Beer, no mercado há 5 anos, faz questão de destacar a marca de cervejaria bem artesanal. Com uma produção tímida, de até 20 mil litros por ano, cerca de 3 mil por mês, a Sauber Beer aposta na experimentação e na arte como diferencial. Sem o compromisso de produzir em grandes quantidades, consegue inovar nas receitas, muitas vezes criadas de forma inusitada. É o caso do seu novo rótulo, Trippel de Jabuticaba, ainda em maturação, deve estar disponível para ser apreciada somente em dezembro, comemorativa ao Natal. No entanto, nesta primeira edição apenas 24 garrafas estarão disponíveis.

Quando o cervejeiro e um dos proprietários da Sauber Beer, Renato Marqueti Jr. Começou a produzir esta cerveja, a proposta era uma Trippel tradicional. No entanto um vidro de licor guardado na despensa do casal, o incentivou a acrescentá-lo na receita. Renato e sua esposa, Vanesca Luisa Rampazo Marqueti, também proprietária da cervejaria, moram em uma chácara. O licor foi preparado para aproveitar uma grande quantidade de jabuticabas, mas acabou ficando esquecido por quase dois anos.

Renato Marqueti Jr. assina as receitas da Sauber Beer (Foto: Divulgação)

Renato Marqueti Jr. assina as receitas da Sauber Beer (Foto: Divulgação)

“O Renato foi procurar um ingrediente e encontrou o vidro de licor. Aí eu lembrei que tinha esquecido. Foi quando ele propôs acrescentarmos na Trippel que estava em produção. Não sabíamos se daria certo, mas todos que provaram até agora gostaram muito”, destaca Vanesca.

A ideia deu tão certo que o casal colocar esta cerveja em seu portfólio que já conta com quase 30 rótulos. Ainda sem rótulo oficial, a A Trippel de Jabuticaba tem 9,5% de teor alcoólico e foi envasada em garrafas de 750 ml, como as de champagne.

Receitas exóticas

Vanesca Marqueti foi a responsável por unir cerveja e arte nas garrafas da Sauber Beer (Foto: Divulgação)

Vanesca Marqueti foi a responsável por unir cerveja e arte nas garrafas da Sauber Beer (Foto: Divulgação)

A Trippel de Jabuticaba não é a única cerveja exótica produzida pela Sauber Beer. O portfólio da cervejaria conta com rótulos como a Lemon, uma cerveja clara, produzida com uma mescla de 7 tipos de malte e limão siciliano, a Ginger que leva gengibre na sua composição, a Santo Capim que é uma cerveja de trigo com capim limão adicionado na maturação e a Pumpkim, primeira cerveja de abóbora do Brasil, medalha de Bronze no Festival Brasileiro da Cerveja 2014, em Blumenau. No total são 28 cervejas produzidas, entre receitas exóticas e tradicionais, algumas com edição limitada.

Projeto cerveja com arte

Na Pumpkin, uma das primeiras cervejas da Sauber Beer, um quadro que virou rótulo (Foto: Divulgação)

Na Pumpkin, uma das primeiras cervejas da Sauber Beer, um quadro que virou rótulo (Foto: Divulgação)

Não é só nas receitas que a cervejaria de Mogi Mirim inova. Ela também foi pioneira em um projeto de rótulos artísticos no município. Vanesca é artista plástica de formação e, com intuito de valorizar os artistas da cidade, montou um projeto que envolve 26 artistas cadastrados no Centro Cultural Municipal.

Cada artista fica responsável por pintar um quadro para uma cerveja da Sauber Beer. Após, o quadro é reproduzido nos rótulos e no contra-rótulo é divulgado o currículo do pintor. No total Até agora já foram produzidos 14 rótulos com este toque de arte. “Nessas cervejas é possível beber arte dentro e fora, sem contar que montamos uma galeria itinerante, que vai para vários lugares do país, onde enviamos nossas cervejas”, destaca Vanesca que será uma das Conferencistas do Slow Brew Brasil, em Ribeirão Preto, falando sobre o projeto.

A Trippel de jabuticaba estará disponível em edição reduzida, em dezembro, comemorativa ao natal (Foto: Divulgação)

A Trippel de jabuticaba estará disponível em edição reduzida, em dezembro, comemorativa ao natal (Foto: Divulgação)