365 cervejas em 365 dias

365 cervejas em 365 dias é o desafio que o casal Beatriz Bortoletto e Pedro Ribeiro, de São Bernardo do Campo (SP), decidiu cumprir e compartilhar no Instagram. A conta, chamada Breja-me (@brejame), a cada dia apresenta um novo rótulo, com uma escala de avaliação que vai do Péssima ao "Sásenhora". Formado em Gastronomia e cozinheiro de restaurante, Pedro, 23 anos, sempre percorreu feiras de culinária. Um dia, ao entrar em um empório de cervejas no Mercado Municipal de São Paulo, o casal deparou com mais de 100 rótulos distintos.

> BAIXAR A REVISTAiPad/iPhone ou Android

“Na hora a gente brincou que poderíamos beber uma cerveja por dia e zerar todo o estoque do empório”, conta Pedro.

Da brincadeira, nasceu o Brejame. Nenhum deles tem algum curso de cerveja – , portanto a avaliação é de bebedor, sem quesitos técnicos. “Nós avaliamos como se algum amigo perguntasse, dizendo se ela é boa, ótima, dá para tomar uma tarde toda, ou não passa de um copo. Não queremos e nem temos tanto conhecimento assim para ser beerchato", afirma Beatriz, 21 anos.
O critério de escolha também é aleatório. Pedro gosta muito das Weiss, mas não há um estilo predominante. O principal estímulo é a curiosidade ‒ Beatriz já escolheu cerveja pelo rótulo. Como Beatriz trabalha de dia como social mídia e Pedro, de noite, no restaurante, muitas vezes a avaliação também não é conjunta. “A gente faz o possível para tomar todas as cervejas juntos, mas pela confusão de horários nem sempre é possível. O bom é que temos um gosto muito parecido, e mesmo quando não consultamos um ao outro a nota é a mesma”, conclui Pedro.

A Revista BeerArt também está no Instagram. Siga @revistabeerart

Beatriz Bortoletto e Pedro Ribeiro criaram no Instagram a conta Breja-me (Foto: Arquivo Pessoal)

Beatriz Bortoletto e Pedro Ribeiro criaram no Instagram a conta Breja-me (Foto: Arquivo Pessoal)

foto 1.PNG
foto 2.PNG