Mondial de La Bière reúne no Rio cervejas e atrações para todos os gostos

(Clique na foto para ver toda a galeria de imagens de arquivo do evento)

Por Luís Celso Jr.

Rio

O Mondial de La Bière no Rio de Janeiro começa nesta quinta-feira (14) com atrações e cervejas para todos os gostos. Com o slogan “Explore o mundo através da cerveja”, o evento – o maior das Américas e um dos grandes festivais de cerveja do mundo –, realiza sua primeira edição no Brasil e pretende disseminar a cultura cervejeira, envolvendo os visitantes em todos os setores desse segmento. Na programação, estão atrações para iniciantes e experts nesse universo, fazendo deste também o maior evento de cervejas no país do ano.

> BAIXAR A REVISTAiPad/iPhone ou Android

Na quinta-feira passada (7), a organização anunciou a transferência de local do evento, que será agora realizado na Praça Onze, no Centro da capital carioca. A interdição das principais vias de acesso ao antigo local (Galpão Ação Cidadania) para obras foi a justificativa. O fato é que a nova localização é de mais fácil acesso, com linhas regulares de ônibus e metrô, e deve beneficiar os visitantes. A tenta, que será climatizada para que todos aguentem o calor do Rio de Janeiro dos últimos dias, deve abrigar representantes de mais de 60 cervejarias e cerca de 400 rótulos de cervejas especiais. A expectativa da organização é atrair aproximadamente 20 mil pessoal, aproveitando o feriado de Proclamação da República.

O evento é realizado em formato de uma grande feira de expositores do mercado cervejeiro, e além das degustações – que já seriam por si só um ótimo atrativo –, o publico poderá desfrutar de uma programação especial com talk-shows e workshops e o MBeer Contest Brazil, que vai escolher a melhor cerveja entre os expositores. Além disso, espaços como o Petit Pub Mundo, para degustação de cervejas, e a Boutique da Cerveja, para compras de garrafas e lembranças cervejeiras, devem garantir que não faltará cerveja especial para todos.

**Atrações**

Ao longo do evento, diversos talk-shows serão realizados no palco principal, assim como alguns shows de música (confira a programação no site oficial, aqui. As apresentações envolvem temas clássicos, como a produção de cerveja na panela, conduzido por Luciane Tavares e Bernardo Couto, da Acerva Carioca, e exóticos, como a união de cerveja e música clássica, bate-papo de Irineu Franco Perpétuo e Cássio Piccolo, proprietário do bar Frangó, em São Paulo.

Já a grande parte dos workshops será pago (veja a programação completa e os preços no site). Serão quatro minicursos por dia com profissionais de renome da cerveja no Brasil e no mundo. Destaque para a apresentação dos italianos Teo Musso, proprietário e mestre cervejeiro da Birrificio Baladin Farm Brewery, que vai apresentar “A Cultura da Cerveja na Itália”; e Giovanni Campari, mestre cervejeiro e fundador da Birrificio del Ducato, com a fala “Del Ducato e sua correlação com a cultura italiana (gastronomia e arte)”.

Musso e Campari são duas personalidades emblemáticas do mercado mundial de cervejas. O primeiro é um pioneiro. Filho de fazendeiros, fundou, em 1986, em Piozzo, a Baladin. A Del Ducato é mais recente, de 2007, mas Campari se tornou mundialmente famoso pela qualidade das suas experimentações. Além deles, a programação (veja a lista completa no site do Mondial de La Bière, aqui) conta com oficinas introdutórias, como “Introdução à Cultura da Cerveja” com a sommelière Kathia Jorge, e outras que envolvem a gastronomia, como cervejas e queijos, cervejas e saladas e cervejas e sobremesas com nomes nacionais como Tatiana Spogis, Ronaldo Rossi e José Raimundo Padilha.

Já o “Petit Pub Mundo” é um espaço em que os visitantes poderão comprar e degustar no local diversas cervejas do mundo, muitas delas raras no Brasil. Serão cerca de uma centena de rótulos à disposição de quem chegar primeiro. E se a ideia for comprar uma lembrancinha, o evento terá a Beer Boutique, promovida pelo patrocinador do evento The Beer Planet, onde será possível adquirir além de cervejas, bonés, abridores, chaveiros e etc.

Talvez a atração mais esperada do evento seja o concurso MBeer Contest Brazil, que contará com um grupo seleto de jurados nacionais e internacionais que elegerá as melhores cervejas entre os expositores. Bodebrown Perigosa Imperial IPA, de Curitiba, Colorado Guanabara, de Ribeirão Preto, e Wäls Petroleum, de Belo Horizonte, foram as três cervejas brasileiras premiadas no concurso do Mondial de La Biére que aconteceu na primeira quinzena de setembro, em Mulhouse, França. A Bodebrown já havia ganho concurso do evento em duas outras edições, com sua We Heavy. A pergunta que todos querem saber é: quem vencerá no Brasil?