Festas

Encontro de Cervejarias na cidade de Feliz é programa para novembro

O brinde do presidente da festa, Clovis Freiberger Junior, da corte e do prefeito Albano José Kunrath (Foto: Divulgação)

O brinde do presidente da festa, Clovis Freiberger Junior, da corte e do prefeito Albano José Kunrath (Foto: Divulgação)


Município de origem germânica entre a Serra Gaúcha e a Grande Porto Alegre, Feliz prepara-se para receber o 2º Encontro de Cervejarias Artesanais e Cultura Alemã, de 15 a 17 de novembro. A festa tem como patrocinador principal a Eisenbrück, fundada na cidade, e a presença confirmada de outras 10 cervejarias gaúchas (veja no quadro a lista).

(Para conferir mais opções de eventos, com agenda atualizada, consulte o roteiro da Beer Art)

Promovida pelo Grupo de Danças Folclóricas Alemãs de Feliz e pela prefeitura, teve um divertido lançamento. Foi no Restaurante La Commune, em 27 de agosto, quando o baterista da Nenhum de Nós, Sady Homrich, especialista em cervejas, apresentou-se com uma banda típica alemã, a Goela Seca.

O programa para o feriadão do meio de novembro terá atrações variadas no Parque Municipal, entre elas uma nanocervejaria a ser exposta pela Ralf Beer para dar aos visitantes a dimensão de todo o processo produtivo da cerveja artesanal. O Museu da Cerveja mostrará a história da bebida, assim como a das 17 cervejarias artesanais que o Vale do Caí tinha no século passado.

No lançamento, o baterista Sady Homrich apresentou-se com uma banda típica alemã, a Goela Seca (Foto: Divulgação)

No lançamento, o baterista Sady Homrich apresentou-se com uma banda típica alemã, a Goela Seca (Foto: Divulgação)


A troca de informações será intensa, antecipa o presidente do evento, Clovis Freiberger Junior.

“Vamos proporcionar aos nossos visitantes conversas sobre a cerveja, tanto como sua produção, apreciação e combinação com a gastronomia", explica. "Pois, como já dizia o grande pesquisador Michael Jackson, a cerveja, como o vinho, pode ser bebida por puro prazer, mas um pouco de conhecimento realça a experiência."

A tradição de Feliz

A história cervejeira de Feliz começou em 1893, quando João Ruschel fundou a primeira cervejaria de alta fermentação do Brasil e que, em 1934, passou a chamar-se Cervejaria Ruschel. Seguiu-se, em 1959, a criação da Cervejaria Polka, vendida em 1971 para a Cervejaria Serramalte. Esta foi adquirida pela Cervejaria Antarctica, que encerrou suas atividades em 1997. Desde 2007, a Cervejaria Eisenbrück mantém viva a tradição cervejeira local.

Fonte: www.encontrodecervejarias.com.br


Serviço

  • O que: 2º Encontro de Cervejarias Artesanais e Cultura Alemã
  • Quando: de 15 a 17 de novembro, com abertura dos portões às 10h
  • Onde: Parque Municipal de Feliz (RS)
  • Quanto: entrada liberada, à exceção do domingo, quando serão cobrados R$ 5, e os 3 mil primeiros pagantes terão direito a um copo do evento ‒ já os visitantes trajados tipicamente terão isenção e ainda ganharão o copo cheio de chope
  • Mais detalhes: www.encontrodecervejarias.com.br

 

Atrações

BannerCom.jpg
  • Biergarten – O visitante compra o seu chope, pode degustá-lo no Biergarten Plastiweber e ainda saborear deliciosos petiscos alemães.
  • Cervejarias – Abadessa, Barley, Coruja, Eisenbrück, Farol, Hunsrück, Prost, Ralf Beer, Rasen, Urwald e Whitehead.
  • Ciclo Bier – A bicicleta do chopp ficará à disposição dos visitantes, para um passeio pelo parque.
  • Cursos – Aprenda a fazer a Tradicional Cuca Alemã, O Imigrante Alemão e a Indústria Cervejeira no RS, Harmonização de Cervejas com Comida Típica Alemã, Aprenda a fazer o Apfelstrudel, Alemanha: Suas Cervejas e Suas Histórias, Vale do Caí: O Vale das Microcervejarias, Aprenda a fazer a tradicional Spritzbier e Técnicas e Segredos para Instalar e Servir Chopp.
  • Desfile – Com saída em frente à Socef, dia 16, às 10h, marcará a Abertura Oficial.
  • Gastronomia Alemã – O evento terá apenas pratos da gastronomia alemã, composto por alimentos da Ewald’s e WarkenWursthaus Especiarias Alemãs, como Weiss Wurst, Bock Wurst, Kassler, Goulach, além de doces como Apfelstrudel, cucas, bolachas e o nosso tradicional morango, amora e chantilly.
  • Museu – A história da bebida, assim como a das 17 cervejarias artesanais que o Vale do Caí tinha no século passado.
  • Nanocervejaria – Exposta pela Ralf Beer, dará a dimensão de todo o processo produtivo da cerveja artesanal.
  • Religião – No sábado, 16, a Igreja Luterana realizará o Culto ao fim da tarde. No domingo de manhã será realizada uma Missa na Igreja Católica, ambas trarão textos em alemão.
  • Roupa – Comercialização de Trajes Típicos.